terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Uma estrela

Uma estrela


Os muros não dividem o mundo
Pois existe o ar.
O mar existe para que os rios possam
Se encontrar.
A gente existe
Pra fazer o que der na telha:
Uma estrela.


Juliano Berquó Camelo

De volta à vida virtual

Feliz ano novo

Um comentário:

Anderson de Oliveira disse...

Ei, foi esse poema q eu comentei no orkut pra vc cara!

Muito bom!

Sou o cara q postou depois de vc lá!

Parabéns, sucesso !


visita lá tb :

http://diarioanderson.blogspot.com